cancao_romantica
capa_cancao-romantica

Canção Romântica – Intimidade, mediação e identidade na América Latina

R$0,00R$40,00

Martha Ulhôa e Simone L. Pereira
organizadoras

Para fazer a compra a partir de outros países, favor entrar em contato com a equipe Fólio Digital (contato@foliodigital.com.br).

Limpar
Comparar

Descrição

El triste
José José
Yo no nasci para amar
Juan Gabriel

Simplesmente amigos
Ana Gabriel

Vivir sin ti es posible
Ricardo Arjona

Maldita primavera
Javiera y los Imposibles

Detalhes
Roberto Carlos

Contigo en la distancia
César Portillo de la Luz

Estes são alguns dos boleros, fílins e baladas cujas letras falam de sentimentos do cotidiano, por vezes
melodramáticos, mas que, encarnados por vozes e arranjos musicais, assumem os mais variados sentidos para as
pessoas que se apropriam das canções e as fazem suas.

Informação adicional

Peso N/A
Sobre o autor

Martha Tupinambá de Ulhôa
Docente permanente do PPGM-UNIRIO – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro; pesquisadora do CNPq (1C); ditora-chefe do ARJ-Art Research Journal (2012-2016); coordenadora de Artes (2012-) da FAPERJ – Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Música, pela perspectiva da musicologia.

Simone Luci Pereira
Doutora em Ciências Sociais – Antropologia e Mestre em História. Pós–doutora em Música. Pós-doutora pelo Programa de Investigación PostDoctoral CLACSO “Ciencias Sociales, Niñez y Juventud”. Professora e pesquisadora titular do Programa de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) em Comunicação e Cultura Midiática – Universidade Paulista.

Especificações

176 páginas, 16 x 23cm, Brochura

Tipo

Impresso, ePub, PDF

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Canção Romântica – Intimidade, mediação e identidade na América Latina”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

No Ceará não tem disso não

R$0,00R$40,00

Felipe Trotta

Prefácio de Micael Herschmann

Está em dúvida? Olhe dentro